Receitas mais recentes

The Food Almanac: quinta-feira, 28 de março de 2013

The Food Almanac: quinta-feira, 28 de março de 2013



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Aniversários de restaurante
La Petite Grocery, um excelente restaurante na Magazine Street a uma quadra da Napoleon Avenue, inaugurado hoje em 2004. De certa forma, foi um desdobramento do Peristyle, onde Anton e Diane Schulte trabalharam antes de abrir a Mercearia com o sócio e fornecedor gourmet Joel Dondis. Quando eles saíram para abrir o Bistro Daisy, Justin Devillier assumiu como chef. Desde então, ele comprou o restaurante.

Le Petite Grocery foi batizado em homenagem ao Frank A. Von Der Haar Grocery, um empório de alimentos de primeira classe que funcionou por décadas no prédio. A reforma que resultou no restaurante deixou alguns vestígios dos velhos tempos (lembro-me do teto em particular). La Petite Grocery foi um dos primeiros grandes restaurantes de Uptown a reabrir após o furacão. Para muitos Orleanians, foi o lugar onde se reconectaram com amigos após a tempestade e viram que era possível continuar a vida que amamos.

Grandes cervejeiros americanos
Ora aqui está uma estranha coincidência: Agosto Anheuser Busch Jr., o chefe de longa data da Budweiser, nasceu hoje em 1899. E Frederick Pabst, que deu nome a essa marca de cerveja americana, também nasceu nesta data, em 1836.

Invenções Alimentares
Victor Mills nasceu hoje em 1897. Ele viveu até os 101 anos, o que lhe deu tempo para realizar vários avanços importantes no mundo da alimentação. Seu método de moagem de farinha para mistura de bolo feito Duncan Hines na marca dominante de misturas para bolos do país. Ele descobriu uma maneira de manter o óleo manteiga de amendoim de se separar - e Jif nasceu. Em seguida, ele concebeu o método de empilhar batatas fritas que levou a Pringles. Ele também trabalhou na outra ponta: criou a Pampers.

Regra de jantar hábil nº 7:
Todas as outras coisas sendo iguais, um novo prazer vence a repetição de um antigo.

Comer pelo mundo
Hoje, em 1930, as autoridades turcas mudaram o nome de Constantinopla para Istambul. No mesmo golpe, eles mudaram o nome de molho de feijão para Húmus.

O velho sábio da cozinha Sez:
Adicione o que parece ser a quantidade certa de suco de limão à sua receita de homus e, em seguida, adicione-o novamente. Ele trava uma batalha que intensifica o sabor com o amargor do alho e do grão de bico.

Música para jantar
Seja meu amor, o maior sucesso registrado por Mario Lanza, alcançou o topo das paradas hoje em 1951. É ouvido com frequência em restaurantes italianos em todo lugar. Nesta data, em 1899, William Fleming recebeu uma patente para um eletricamente operado piano jogador. Muitos restaurantes têm pianos de cauda, ​​mas poucos têm pianistas correspondentes. Os aparelhos agora disponíveis para tocar piano eletronicamente são incrivelmente bons. Mas você não pode pedir a eles para tocarem sua música.

Dicionário Comestível
urucum, n .--A polpa e as sementes das vagens que crescem no achiote, uma árvore tropical da América do Sul. Tanto as sementes quanto a polpa são amplamente utilizadas em corantes alimentares. Os alimentos mais comuns com cor de urucum são margarina, manteiga, queijo cheddar e arroz amarelo. Em muitos restaurantes baratos, a paella é colorida com pó de urucum em vez do açafrão, muito mais caro. O urucum tem apenas os sabores mais sutis, nada como o açafrão. Sua capacidade de colorir o que toca é muito poderosa. Na América do Sul, ela é usada há muito tempo pelos indígenas como coloração da pele, e a árvore de onde vem é apelidada de "árvore do batom". Às vezes, a substância é chamada de achiote. Embora seja legitimamente uma corante natural, mais pessoas são alérgicas a ela do que têm reações a cores artificiais. (Mas não tantos.)

Gourmet Gazetteer
Baunilha, A Pensilvânia fica perto da divisa do estado de Maryland, a 13 milhas de Hagerstown. É uma grande fazenda, na verdade, em uma área onde muitas fazendas semelhantes estão próximas. Muitos tomates são cultivados por lá. O lugar mais próximo para comer algo além de uma refeição feita na fazenda é em Mercersburg, a cerca de cinco milhas de distância, no Towne Square Eatery.

Assustadores de comida
As framboesas, o grupo de rock dos anos 1970, se separou hoje em 1974. Cheryl James, "Sal" do grupo hip-hop Salt 'n' Pepa, nasceu hoje em 1969.

Palavras para comer
“Faz parte da convenção do romancista não mencionar sopa, salmão e patinhos, como se sopa, salmão e patinhos não tivessem importância”.Virgínia Woolf, que se afogou hoje em 1941.

Palavras para beber
"Beba até a alegria." -São Tomás de Aquino.


The Food Almanac: quinta-feira, 28 de março de 2013 - receitas

38 comentários:

Eu apenas tentei fazer gemada vegana seguindo seu conselho. Eu peguei:
1 fruta-ovo,
1 1/4 c de leite de soja (adoçado),
1/4 colher de chá de noz-moscada
1/2 colher de chá de canela
1/4 colher de chá de sal
1/2 colher de chá de extrato de baunilha

Eu misturei e tem um gosto muito bom. É semelhante à gemada, mas acho que se você colocar um pouco de bourbon ou aromatizante de bourbon (eu não bebi e não tive o sabor), seria um substituto ainda mais próximo.

Obrigado pela ótima sugestão,
Jared

Postei um vídeo dessa receita aqui: http://youtu.be/wuwtUFBOA-Y

Estou tão feliz por ter encontrado a sua postagem no blog! Acabei de encontrar fruta-ovo pela primeira vez e preciso urgentemente de alguns conselhos. Comprei há quase duas semanas, então pensei que com certeza já devia estar maduro. Acontece que eu estava muito errado e vejo o que tantas pessoas querem dizer quando falam sobre a textura em látex. Minha pergunta é: há alguma maneira de amadurecer ainda, agora que foi cortada? Eu selei as duas metades em um saco zip-lock, mas ele deveria ir para a geladeira ou ficar no balcão? E se não, pode ser fervido, assado ou cozido no vapor para pelo menos torná-lo comestível? Estou tão chateado ao pensar que posso ter arruinado minhas chances de experimentar a fruta-ovo!

Fico feliz em saber que você conseguiu colocar as mãos em fruta-ovo, mas lamento saber de seus problemas! Bem, a boa notícia é que são frutas climatéricas, o que significa que podem continuar amolecendo. Depende de quando você o corta - se você o cortou quando ainda estava duro como uma bola de golfe e está amargo, então não há muita esperança, no entanto. Cometi o mesmo erro com seu parente próximo, a sapota - nenhuma quantidade de polpa fez com que seu amargor de látex verde fosse embora.

Não sei em que clima você está, mas se estiver úmido, não recomendaria tirar o ziploc em temperatura ambiente. Eu tive mofo e decomposição ocorrendo muito rapidamente dessa forma! Eu deixo as metades fora em temperatura ambiente, junto com as bananas, ou na geladeira, dentro do saquinho.

Você certamente pode tentar cozinhar ovos - algumas pessoas fazem com frutas maduras e resistem bem ao calor. Em sua fase imatura, não tenho certeza se você terá muito sucesso. Não encontrei um único caso em que as pessoas usem frutas verdes para receitas como fazem, digamos, com durian ou jaca.

Peço desculpas por isso não responder diretamente à sua pergunta! Espero que esta resposta longa, embora complicada, ajude de alguma forma. Boa sorte, Hannah!


The Food Almanac: quinta-feira, 28 de março de 2013 - receitas

Sarah Linden é o nome da personagem principal no drama AMC & # 8217s A matança. Seus colegas a chamam de Linden, porque são policiais e é assim que funcionam. Mas nos primeiros episódios eu entendi mal o que eles estavam dizendo e pensei que o primeiro nome dela era Linda. Quando ele percebeu isso, Bryan deu uma boa risada às minhas custas. Ainda a chamo de Linda.

Linda (interpretada pela incrível Mireille Enos) é um osso duro de roer. Apesar de ser uma mãe de merda (embora amorosa!), Uma péssima parceira (seu pobre noivo!) E um policial desajeitado (quais regras ?!), ela de alguma forma consegue obter uma quantidade incomum de empatia em mim. Eu amo-a. Amor. Eu amo a inteligência dela. Eu amo seu senso de justiça. Eu amo seu silêncio e sua raiva. Eu amo seus suéteres Fair Isle e parkas sombrias. Eu amo sua mastigação constante de chiclete. Eu amo seu rabo de cavalo.

Eu também me preocupo com ela. Ela não cuida de si mesma. Na verdade, acho que Linda ficou desconfortável por tanto tempo (tanto física quanto emocionalmente) que se tornou normal. Conseqüentemente, passo uma quantidade surpreendente de tempo pensando em preparar uma boa refeição caseira para Linda. Ao longo da série, nós a vemos principalmente comendo em máquinas de venda automática, embora eu suspeite que há dias em que ela não come muito. Ela precisa de uma pausa. Ela precisa de alimento. Ela precisa de biscoitos.

Eu gostaria de fazer para ela esses biscoitos de leitelho maltado que, como Linda, vêm de Seattle via The Dahlia Bakery Cookbook. Eles são fáceis e deliciosos. Uma crosta muito crocante dá lugar a um interior macio com um sutil sabor de malte. Eles devem ser feitos, e freqüentemente. Talvez você os sirva com um pouco de geleia de laranja caseira. Talvez você vá comê-los enquanto assiste A matança? Talvez eles escrevam para mim e para esses biscoitos na terceira temporada de A matança?

Esta é a segunda receita que adoro The Dahlia Bakery Cookbook. É um livro fantástico e vale a pena conferir se você for um padeiro doméstico.

Biscoitos de Leitelho Maltado (de Dahlia Bakery Cookbook)

  • 3 1/4 xícaras de farinha multiuso
  • 2 colheres de açúcar
  • 1 colher de sopa mais 1 colher de chá de fermento em pó
  • 2 colheres de chá de sal kosher
  • 1 xícara (8 onças) de manteiga sem sal, congelada por 15 minutos - mais um pouco de manteiga derretida adicional para escovar os topos
  • 1 xícara de leitelho, frio
  • 1 colher de sopa de xarope de malte de cevada
  • sal marinho para borrifar

Coloque a farinha, o açúcar, o fermento e o sal em uma tigela grande e misture bem. Usando um ralador de caixa, rale a manteiga congelada sobre a mistura de farinha. Use uma espátula de borracha para distribuir a manteiga na farinha.

Em uma tigela pequena, misture o leitelho e o malte de cevada. Mexa para misturar bem. Despeje a mistura de leitelho sobre a mistura de farinha e manteiga, mexendo com a espátula de borracha apenas até a massa formar.

Vire a massa sobre uma superfície levemente enfarinhada. Sove a massa de maneira leve e rápida

para terminar incorporando todos os ingredientes. Em seguida, pressione suavemente a massa em uma bola achatada.

Use um rolo de massa para estender a massa com uma espessura de 2,5 cm. Corte biscoitos usando um cortador de 2 1/2 polegada (lembre-se de não torcer! Soco para baixo e para cima). Você pode enrolar novamente as sobras uma vez, mantendo a delicadeza com a massa.

Coloque os biscoitos separados por cerca de 2,5 cm em uma assadeira forrada de pergaminho.

Pincele os topos com manteiga derretida e polvilhe com sal marinho em flocos (como Maldon).

Asse até dourar e ficar cozido, cerca de 18-20 minutos. Retire do forno e deixe esfriar por alguns minutos antes de servir.


Quinta-feira, 18 de abril de 2013

Esta semana fomos às fazendas Holter's Holstein, eles têm gado diário e criaram um grande negócio a partir disso. Achei muito interessante como eles colocam coleiras nas vacas para garantir que sejam alimentadas adequadamente e que não recebam muito ou pouco ou algo assim. Foi muita tecnologia colocada entre as câmeras e o sistema do computador. Isso me faz pensar como eles mantinham todo o gado em ordem antes de toda essa tecnologia, mas acredito que eles também tinham menos vacas. Também estou animada em saber que uma das garotas se formou em ciência de alimentos e está planejando fazer sorvete com seu leite!
Hoje fomos ao centro de compostagem, foi legal ver o quão longe chegamos e quanto do investimento que fizemos em nosso centro de compostagem. Infelizmente o guia turístico não apareceu, mas ainda assim pudemos olhar um pouco ao redor.


Kott no jardim

Pinterest, como é possível que os quatro pacotes de peitos de frango desossados ​​e sem pele e a lata de Sopa Creme de Cogumelos Campbells que comprei na Winco juntos em uma panela elétrica por quatro horas façam "Frango e Cogumelos Caseiros Incríveis"? O que há de caseiro nisso, de novo? É que a panela elétrica está em minha casa?

Eu tenho que dizer que sou um fã de "fácil" e "economia de tempo", mas a "receita" acima não grita "caseiro" para mim. (São citações suficientes para você? Quase coloquei aspas em torno de "mim" por diversão, mas isso simplesmente estaria errado.) Especialmente quando considero a lista de ingredientes de uma lata de sopa de creme de cogumelos Campbell:

Água, cogumelos, amido alimentar modificado, farinha de trigo, contém menos de 2% de: sal, creme, soro de leite seco, glutamato monossódico, concentrado de proteína de soja, extrato de levedura, extrato de especiarias, alho desidratado, óleo vegetal: milho, semente de algodão, canola e , ou óleo de soja

A lista começa bem, mas logo vai piorando. Eu ainda não encontrei uma boa fonte de concentrado de proteína de soja ou extrato de levedura ou especiaria. Portanto, há vários anos, procurei substitutos caseiros do tipo faça-você-mesmo para as misturas de creme de cogumelos, creme de frango e sopa de cebola da Knorrs da Campbell. Esses são os três que uso MUITO nas minhas receitas.


Tentei encontrar o site da Internet de onde comprei a receita da mistura de Creme de Cogumelo, mas não tive sorte. Isso foi antes de eu tomar conhecimento ou ser convidado para o Pinterest. Vou apenas dizer que um blogueiro inteligente e experiente que encontrei por acaso um dia enquanto checava coisas no computador tem uma receita de mistura de sopa de creme de cogumelos seca. Faz meio galão de mistura seca. Se eu conseguir encontrar o site mais tarde, com certeza vou postá-lo aqui.

4 xícaras de leite em pó desnatado
1 1/2 xícaras de amido de milho
1 xícara de cogumelos secos picados (eu uso uma onça inteira de cogumelos secos, que é cerca de 2 xícaras)
1/2 xícara de grânulos de caldo de carne
2 colheres de sopa de tomilho
2 colheres de sopa de manjericão
1 colher de sopa de pimenta
1/2 colher de sopa de salsa
1/2 colher de sopa de alho em pó

Eu mantenho tudo isso a granel na minha despensa - com exceção dos cogumelos secos -, então é fácil misturar quando eu acabar. Os cogumelos que compro na seção asiática da minha Winco local. Eles podem estar na seção de grandes volumes de sua loja.

Eu corto os cogumelos rudemente.

Adicione-os ao resto dos ingredientes na minha tigela e bata para misturar.

Despeje em um frasco de mistura de sopa de creme de cogumelos de 1/2 galão.

Para fazer sopa, você mistura 1/3 de xícara da mistura em 1 1/4 de xícara de água fervente em uma panela. Mexa em fogo baixo até engrossar. Eu desligo o fogo e coloco uma tampa na panela por cerca de 2 minutos para engordar os cogumelos secos. Isso pode ser adicionado a qualquer receita no lugar da sopa Creme de Cogumelos Campbell, ou comido como está.

O creme de canja de galinha também faz 1/2 galão de mistura seca:

4 xícaras de leite em pó desnatado
1 1/2 xícaras de amido de milho
1/2 xícara de grânulos de caldo de frango
1/3 xícara de cebola seca picada
2 colheres de chá de ervas italianas
1 colher de chá de alho em pó
1/2 colher de chá de pimenta vermelha
1/2 colher de chá de pimenta preta

Novamente, para fazer, é 1/3 xícara da mistura para 1 1/4 xícara de água fervente, mexa em fogo baixo até engrossar.

Mistura de sopa de cebola é muito mais fácil. Eu uso tantos grânulos de caldo de carne para quantas cebolas picadas secas quanto parece certo (provavelmente cerca de 3 xícaras de caldo para 1 xícara de cebola seca. Lembre-se, eu sou um dumper por natureza, não um medidor!). Eu uso 3 colheres de sopa de mistura seca como substituto de um pacote de sopa de cebola Knorr nas receitas.

Essas misturas secas me fazem sentir como se estivesse usando minhas habilidades ultra-frugais de ninja chef para fazer algo saudável e caseiro. Talvez seja um pouco mais saudável sem os extras funky como amido alimentar modificado ou glutamato monossódico. E eu me sinto um pouco superior aos coitados que precisam sair correndo e comprar o pacote de peito de frango e a lata de sopa de cogumelos para fazer frango caseiro!

Ei, coitadinhos da sopa enlatada! Você também pode facilmente fazer misturas de sopa secas de chefs ninja! Espero que isto ajude. Com certeza me ajudou. Se você conseguir, dê um grito para a brilhante blogueira ainda sem nome pelas receitas (espero encontrá-la em breve para dar o crédito a quem merece).


Cracknels crocantes.

Hoje, 15 de março & # 8230

Mary Thomas foi uma das primeiras colonizadoras em Adelaide, South Australia em 1836. Seu marido e seu parceiro publicaram a primeira edição de Londres da South Australian Gazette and Colonial Register em junho de 1836, e ele então partiu com sua esposa e quatro filhos para tornar-se o primeiro impressor governamental da nova colônia. Eles chegaram em novembro de 1836 e, no final de dezembro, construíram um acampamento de tendas e cabanas para acomodar sua família, bem como a primeira impressora no sul da Austrália.

Mary era uma mulher engenhosa e talentosa & # 8211, ela mesma poetisa e escritora. Além de seu papel como matriarca de uma família que enfrenta um clima e condições de vida no extremo oposto da escala em que foi criada, ela contribuiu ativamente para o jornal. Ela também mantinha correspondência com o irmão na Inglaterra e deve ter expressado desejo por parte da comida que sentia falta de casa, porque ele ocasionalmente mandava pacotes de comida para ela. Neste dia em 1840 ela escreveu para ele:

& # 8220Recebemos bacon e presunto, e são excelentes: uma guloseima que eu, pelo menos, não recebia desde que entrei na colônia. Os cracknels estavam tão frescos como se tivessem acabado de sair do forno, mas o pote de mel, lamento dizer, estava quebrado. & # 8221

A ideia de presuntos e bacon chegando depois de muitos meses no mar sem refrigeração
nos horroriza hoje, e é tentador pensar que a nostalgia pura deu ao & # 8216cracknels & # 8217 aquele aroma e crocância recém-assados. Os & # 8216cracknels & # 8217 a que Mary se referia eram biscoitos finos e leves & # 8220cozidos duros, de modo a estalar sob os dentes & # 8221 & # 8211, embora em algumas partes do mundo a mesma palavra signifique & # 8220Pequenos pedaços de crocante de porco gordo frito. & # 8221

Talvez Mary ainda não tivesse um forno adequado, ou com certeza ela mesma teria feito os biscoitos?

Para fazer Cracknels
Pegue meio quilo de farinha fina, meio quilo de açúcar, duas onças de manteiga, dois ovos e algumas sementes de carraway (você deve bater e peneirar o açúcar), em seguida, coloque na farinha e trabalhe para colar, enrole-os como fino quanto possível, e recorte-os com formas de bolo queen, coloque-os sobre papéis e asse-os em forno lento. São adequados para comer com chocolate. [Dona de casa inglesa 1764]

História de amanhã e # 8217s & # 8230

Segundo Café da Manhã.

A história do ano passado & # 8230

Uma festa vegetariana foi o assunto do dia.

Cotação do dia & # 8230

Ao assar, siga as instruções. Ao cozinhar, siga seu próprio gosto. Laiko Bahrs


Arquivos

    (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (2) (2) (1) (1) (2) (3) (4) (5) (4) (2) (2) (2) (2) (1) (1) (1) (1) (2) (3) (1) (3) (3) (3) (3) (5) (2) (5) (2) (1) (1) (5) (8) (7) (9) (9) (9) (9) (11) (18) (19) (16) (24) (23) (28) (24) (25) (29) (42) (72) (59) (51) (56) (57) (53) (56) (58) (57) (52) (57) (58) (58) (59) (41) (57) (71) (69) (51) (51) (34) (25) (14) (19) (20) (46) (36) (27) (24) (23) (1) (1) (6) (8) (5) (3) (10) (19) (16) (15) (5) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (1) (2)

O escândalo por e-mail revelou uma cultura de 'excluir, excluir, excluir' em B.C. governo

O B.C. O governo está sob fogo pesado após o lançamento de um relatório que revelou uma cultura de deletar e-mails para contornar as leis de liberdade de informação.

Falando na CB.C. & # 39s B.C. Almanaque Quinta-feira, o líder do NDP John Horgan expressou descrença no nível de supressão de informações do oficial de privacidade B.C. & # 39s, relatório de Elizabeth Denham & # 39s descoberto.

"[Cadario] foi citado como não tendo registros", disse Horgan. & quotTrabalhando em um local por dois anos e não um único e-mail? Você, a segunda pessoa mais poderosa no escritório principal e não usa e-mail? É difícil entender. & Quot

O relatório da Denham, Access Denied, descobriu que Michele Cadario, subchefe de gabinete no escritório principal, rotineiramente apagava e-mails em violação das leis que protegem o direito público de responsabilizar os políticos por suas ações.

Denham também descobriu que um funcionário do Ministério dos Transportes, George Gretes, poderia enfrentar acusações depois de mentir sob juramento ao negar que apagou intencionalmente e-mails e registros conectados à Rodovia das Lágrimas.

"As pessoas precisam entender que não se trata apenas de política", disse Horgan. “Devemos ter liberdade de informação para que o público entenda por que o governo está tomando decisões em seu nome.

& quotInstead o que o B.C. Os liberais fizeram é criar uma cultura de deletar, deletar, deletar. Eles estão vasculhando seus computadores no final do dia para que o público não saiba o que eles estão fazendo.

Também falando em B.C. Almanac, o jornalista investigativo freelance e especialista da FOI, Bob Mackin, disse acreditar que as revelações de hoje provariam ser "apenas a ponta do iceberg".

Ele também questionou a nomeação do ex-B.C. O oficial de privacidade David Loukadelis é um consultor para ajudar o governo a voltar aos trilhos.

"Ele foi trazido às custas do contribuinte quando eles já têm Elizabeth Denham, que já fez tantas recomendações que caíram em ouvidos surdos", disse ele.

& quotPor que eles simplesmente não adotam tudo o que ela já disse? & quot

Litorais & # x27não é uma piscina no quintal & # x27 proprietários de terras à beira do lago lembraram

Golfe, tênis e outros esportes ao ar livre serão inaugurados em Ontário como parte do plano de reabertura em 3 etapas

Leafs & # x27 Tavares teve alta do hospital, saiu & # x27 indefinidamente & # x27 com concussão após colisão assustadora

10 segundos de terror: o homem do Alasca sobrevive ao ataque do urso-pardo

A luta COVID pode voltar & # x27para a estaca zero & # x27: especialistas soam alarme de vacinas

Tribunal de Ontário determina que o tiroteio mortal do vôo 752 no Irã foi um ato de terrorismo

TORONTO - Um tribunal de Ontário decidiu que o abatimento militar iraniano de um jato de passageiros no início do ano passado foi um ato intencional de terrorismo, abrindo caminho para que parentes dos mortos busquem indenização no país. Na decisão, o juiz do Tribunal Superior de Ontário, Edward Belobaba, concluiu, em um balanço de probabilidades, que os mísseis que derrubaram o voo 752 da Ukraine International Airlines em 8 de janeiro de 2020 foram disparados deliberadamente em um momento em que não havia conflito armado na área. Como resultado, ele descobriu que se tratava de um ato de terrorismo que invalidaria a imunidade do Irã contra o litígio civil. Embora a Lei de Imunidade Estadual proteja estados estrangeiros de ações judiciais, a Lei de Justiça para Vítimas de Terrorismo oferece uma exceção nos casos em que as perdas são causadas por atividades terroristas, disse a decisão. Mais de 100 das 176 pessoas mortas no acidente de avião tinham laços com o Canadá, incluindo 55 cidadãos canadenses e 30 residentes permanentes. A ação foi movida no ano passado por quatro pessoas cujos entes queridos foram mortos no ataque. Merzhad Zarei perdeu seu filho de 18 anos, Arad, enquanto Shahin Moghaddam perdeu sua esposa, Shakiba, e seu filho Rossitin, disse o documento. Ali Gorji perdeu sua sobrinha Poureh e seu marido Arash, que eram recém-casados. A quarta querelante, identificada apenas como Jane Doe porque teme represálias do Irã, planejou estar no avião ao lado de seu marido, mas não conseguiu obter um visto a tempo, disse a decisão. Os advogados que representam os demandantes disseram que a decisão é "sem precedentes na lei canadense." O processo nomeia vários réus, incluindo a República Islâmica do Irã e o Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica. O Irã foi notificado pela Global Affairs Canada em setembro, mas não apresentou uma declaração de defesa e foi considerado inadimplente em dezembro. Normalmente, um réu considerado inadimplente é considerado como admitindo a verdade das alegações feitas na declaração de reivindicação, mas as proteções sob a Lei de Imunidade Estadual se aplicam até mesmo àqueles considerados inadimplentes, escreveu Belobaba. Os demandantes devem, portanto, ainda convencer o tribunal de que o caso pode prosseguir com as exceções legalmente estabelecidas. & quotOs demandantes estabeleceram que o abate do vôo 752 pelos réus foi um ato de terrorismo e constitui & # x27 atividade terrorista & # x27 sob a SIA, a JVTA e as provisões do Código Penal & quot, escreveu ele. O juiz baseou-se em dois relatórios de especialistas - um de Ralph Goodale, Canadá & # x27s, consultor especial sobre o incidente, e outro do Relator Especial do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas - para determinar que os mísseis foram disparados intencionalmente. Ele também se baseou no relatório da ONU e em outros especialistas para descobrir que não havia conflito armado na região na época. Imediatamente após o tiroteio, o Irã negou a responsabilidade, mas reconheceu três dias depois que sua Guarda Revolucionária paramilitar atingiu por engano o jato ucraniano com dois mísseis terra-ar. Relatórios preliminares divulgados pelas autoridades iranianas no ano passado apontaram para um operador de defesa aérea que, segundo eles, confundiu o Boeing 737-800 com um míssil de cruzeiro americano. O corpo de aviação civil do Irã & # x27s divulgou um relatório final no início deste ano que culpava o & # x27 & # x27 erro & # x27 & # x27 pelo disparo dos mísseis, mas não nomeou nenhum responsável. A decisão de quinta-feira e 27 tratou apenas da responsabilidade. O juiz disse que outra audiência será realizada para tratar da indenização. Este relatório da Canadian Press foi publicado pela primeira vez em 20 de maio de 2021. Paola Loriggio, The Canadian Press

Hinshaw anuncia novas regras de quarentena COVID-19 para albertanos vacinados

EDMONTON - Albertanos totalmente vacinados não precisam mais ficar em quarentena se forem expostos ao COVID-19 e não apresentarem sintomas, disse o oficial médico chefe de saúde da província na quinta-feira. "Enquanto as vacinas não eliminam todas as possibilidades de infecção, os dados mostram que a vacina reduz a quantidade de vírus no corpo da pessoa", mesmo se alguém for infectado, o que reduz ainda mais o risco de transmissão, "disse a Dra. Deena Hinshaw. Ela também disse que as pessoas que tomaram uma injeção podem ter seu tempo de isolamento reduzido. Até quinta-feira, as pessoas eram legalmente obrigadas a ficar em quarentena por 14 dias, quando um contato próximo foi confirmado como infectado pelo vírus. Hinshaw disse que as pessoas que foram totalmente vacinadas por pelo menos duas semanas não precisam mais se isolar, desde que não apresentem sintomas. Se essa pessoa for sintomática, será necessário isolá-la e fazer o teste. Eles não precisariam mais ficar em quarentena se o teste for negativo, mas se for positivo, eles devem isolar por 10 dias após o início dos sintomas. Hinshaw disse que para aqueles com uma dose de vacina, o período de quarentena foi reduzido para 10 dias, ou desde que eles também não tenham sintomas. Aqueles que tiveram um teste de PCR negativo no Dia 7 ou mais tarde podem ser liberados da quarentena, mas aqueles com teste positivo devem isolar como de costume. Todas as outras restrições ainda se aplicam a pessoas que não receberam nenhuma vacina e àqueles que retornaram de viagens internacionais, disse Hinshaw. Ela observou que quase 51 por cento dos habitantes de Albert com 12 anos ou mais receberam pelo menos uma dose da vacina. Mas ela enfatizou que as restrições de saúde pública ainda existem e devem ser seguidas para manter as taxas de infecção baixas. "Estamos ganhando impulso, mas é frágil e não podemos nos dar ao luxo de tirar este (longo) fim de semana de folga para não seguir as regras", disse ela. Houve 812 novos casos de COVID-19 relatados quinta-feira em Alberta e quatro novas mortes. Desde que a pandemia começou, há mais de um ano, um total de 2.162 pessoas morreram do vírus na província. Hinshaw disse que havia 665 pessoas no hospital, incluindo 177 em tratamento intensivo. Ela disse que a província está trabalhando em um sistema centralizado de reserva de vacinas para aliviar a carga sobre as farmácias e ajudar a prevenir o abuso do sistema. Os Serviços de Saúde de Alberta (AHS) disseram em um tweet na quarta-feira que estavam monitorando as faltas de vacinação após alegações nas redes sociais de que algumas pessoas estão agendando várias vezes para tentar impedir que outras tomem a vacina. A agência disse que compartilhou as informações com a polícia e está garantindo que as farmácias participantes tomem conhecimento das alegações. & quotNeste momento, a AHS não está vendo um aumento no número de não comparecimentos. Em qualquer dia, o não comparecimento é responsável por aproximadamente um por cento do número total reservado para uma imunização, ”disse em um comunicado enviado por e-mail na quinta-feira. A Associação de Farmacêuticos de Alberta & # x27 disse não ter informações sobre o assunto e não poderia comentar. Este relatório da Canadian Press foi publicado pela primeira vez em 20 de maio de 2021. Daniela Germano, The Canadian Press

Por que você não gosta deste anúncio?

De AnúnciosColoque uma bolsa no espelho do carro ao viajar

Brilliant Car Cleaning Hacks que os revendedores locais gostariam que você não soubesse

Os prós e os contras de obter sua foto COVID-19 contra um Sask. farmacia

Portanto, você é elegível para uma vacina COVID-19 e deseja obter sua injeção em uma farmácia de Saskatchewan. Ótimo! Há algumas coisas importantes a se ter em mente, diz Dawn Martin, CEO da Pharmacy Association of Saskatchewan. As farmácias administraram entre 40.000 e 50.000 doses na província desde que aderiram à campanha de vacinação nas últimas semanas e devem desempenhar um papel mais importante durante a fase de segunda dose, disse Martin. De acordo com a província, as remessas de vacinas da Pfizer-BioNTech estão sendo divididas essencialmente em 50-50 entre as clínicas e farmácias da Autoridade de Saúde de Saskatchewan (SHA). Enquanto os farmacêuticos estão acostumados a dar injeções durante a temporada de gripe, a pandemia COVID-19 apresenta uma nova ruga ao exigir que a vacina Pfizer-BioNTech descongelada seja usada rapidamente para evitar qualquer desperdício, disse ela. & quotIsso & # x27s é realmente intenso desta vez porque o suprimento até agora tem sido um pouco limitado, mas ficará cada vez melhor conforme avançarmos nas próximas semanas. & quot Aqui estão cinco diretrizes que Martin incentiva as pessoas a seguirem para ajudar farmacêuticos em seus esforços futuros de vacinação. Não entre simplesmente. Ligue com antecedência & quotExiste & # x27 uma grande pressão sobre o suprimento que os farmacêuticos têm agora, então você precisa ligar com antecedência & quot, disse Martin. O mapa das farmácias de Saskatchewan que atualmente administram vacinas COVID-19 pode ser encontrado aqui. Scott Livingstone, o CEO do SHA, disse na quinta-feira que links para farmácias e sistemas de reserva on-line # x27 serão adicionados a esse banco de dados. Não ligue para uma farmácia até que sua faixa etária seja elegível & quotÉ & # x27s realmente importante saber que as farmácias também têm que operar sob a estratégia de categoria de idade que o governo estabeleceu e a Autoridade de Saúde de Saskatchewan está fazendo, & quot, disse Martin. Caso você tenha perdido, aqui está o cronograma provisório para a redução da idade da segunda dose futura: (Autoridade de Saúde de Saskatchewan) O Ministério da Saúde e a Autoridade de Saúde de Saskatchewan confirmarão a data de cada redução de idade quando se tornar oficial. "Algumas farmácias têm listas de espera, mas não todas", disse Martin. Cancele a sua consulta se você conseguir a sua injeção em outro lugar primeiro & quotCertifique-se de que se você tiver uma consulta em uma farmácia ou tiver uma consulta [com o SHA] ou se tiver várias consultas, se acabar indo e recebendo a sua injeção, por favor cancelar todos os outros compromissos, ”disse Martin. & quotO sistema inteiro está trabalhando muito duro aqui. Essas consultas canceladas causam alguns problemas. & Quot Não espere um sistema centralizado de reserva de farmácias em Saskatchewan Um porta-voz do Ministério da Saúde disse quinta-feira que atualmente não há planos para desenvolver um sistema de reserva de farmácia provincial. Martin disse que tem havido discussões sobre isso entre a associação e o governo, mas que provavelmente é tarde demais para lançar tal sistema agora. "Em um mundo ideal onde não estávamos" lidando com todas as pressões, problemas e desafios relacionados à pandemia, isso provavelmente ajudaria ", disse ela. Seja paciente. Chegará a sua hora de & quotNós & # x27trabalhamos com muita pressão, muitos telefonemas para farmácias [de] pessoas que não estão & # x27 na categoria de segunda dose & # x27 ;, disse Martin. & quotEntão, estou apenas pedindo às pessoas, por favor, seja paciente. & quot

O presidente do Líbano diz que o PM designado é incapaz de formar governo

BEIRUTE (Reuters) -O presidente do Líbano e # x27s disse que acredita que o primeiro-ministro designado Saad al-Hariri é incapaz de formar um governo para tirar a nação da crise financeira. O veredicto do presidente Michel Aoun & # x27 foi contido em uma carta lida ao parlamento na sexta-feira e que será discutida no sábado. O governo existente tem agido como interino desde que renunciou após uma grande explosão em um armazém a bombordo que destruiu Beirute em agosto.

Novo líder da vacina diz que os militares podem fazer melhor

Durante sua primeira aparição pública desde que assumiu a gestão da campanha de vacinação COVID-19 do Canadá & # x27s, Brig.-Gen. Krista Brodie exortou os militares a se esforçarem para fazer melhor. O governo nomeou Brodie para liderar a campanha depois do general que anteriormente supervisionou o esforço, o major-general. Dany Fortin, foi abruptamente afastado devido a uma alegação de má conduta sexual, que ele nega.

N.B. COVID-19 roundup: 2nd AstraZeneca-related death reported, 15 new cases

A second New Brunswicker has died from a rare blood clot associated with the AstraZeneca-Oxford COVID-19 vaccine, Chief Medical Officer of Health Dr. Jennifer Russell announced Friday, along with 15 new confirmed cases of COVID. The person in their 50s received their first dose on April 11 and went to an emergency department with symptoms of a blood clot 17 days later, she said. The individual was previously reported as being hospitalized and died "recently," said Russell, offering her condolences to the bereaved family and friends. She did not indicate the zone in which the person lived. Two other New Brunswickers suffered a vaccine-induced immune thrombotic thrombocytopenia, or VITT, after getting the AstraZeneca vaccine, but recovered. "The risks associated with this product are rare but they are real, as we have seen today," Russell told the live COVID briefing. But the risks remain minimal compared to the risks, complications and potential consequences of COVID-19, she stressed. The news came as Public Health announced people aged 55 or older who received AstraZeneca as a first dose at least eight weeks ago are now eligible to receive a second dose of the vaccine, with their "informed consent." "If you decide not to take the AstraZeneca booster, you can wait to get a second shot with another product," said Russell. "We expect to receive direction from the federal government soon on using another brand of vaccine as a booster." New Brunswick has roughly 3,500 doses of AstraZeneca in stock, which will expire on May 31. If the doses aren't used by then, they will be disposed of, Russell said. About 43,000 New Brunswickers received AstraZeneca as their first vaccine dose. People 55 or older who received the AstraZeneca vaccine as a first dose at least eight weeks ago can now schedule an appointment to get a second dose either online through a clinic offered by the Vitalité or Horizon health networks by contacting a participating pharmacy that has doses available.(Reuters) "Many of those shots were administered prior to late March, when new evidence about rare post-vaccine blood clots led us to change our vaccination protocol," she said. New Brunswick continues to offer AstraZeneca as first doses to those 55 or older, or who are confined at home, and have provided their informed consent, depending on supply. "If we are to prevent further outbreaks and limit the spread of the virus, we must get as many people vaccinated as we can as quickly as possible," said Russell. "We need to use every tool available to us to expand the reach of our vaccination program." Russell participated in the briefing remotely from her home.Students, staff and household members of a school community have been asked to self-isolate for 72 hours and she is affected, she explained. "In this particular situation, it's unlikely that I have contracted COVID-19, but … it is vital that everyone follows Public Health guidance and advice. And that includes myself, the chief medical officer of health." Earlier this month, a New Brunswicker in their 60s died after developing blood clots following vaccination with the AstraZeneca vaccine. In April, someone in their 30s, who received the AstraZeneca vaccine in March, and someone in their 50s, who received the shot in mid-April, also suffered blood clots but recovered. 127 active cases New Brunswick has 127 active cases of COVID-19. Of the 15 new cases announced Friday, nine are in the Fredericton region, Zone 3, pushing the total active cases in the region to 61. Fredericton is battling a cluster of 36 cases at the Delta Fredericton, an outbreak at the Dr. Everett Chalmers Regional Hospital, Stan Cassidy Centre for Rehabilitation and Veterans Health Unit, positive cases at four schools and a child-care facility. At least two COVID variants of concern are circulating — the one first reported in India and the one first reported in the U.K. Numerous potential public exposure notices have been issued and about 1,900 people were self-isolating, as of Wednesday. The majority of the cases are the highly contagious COVID variant first reported in India, said Chief Medical Officer of Health Dr. Jennifer Russell. Several new potential public exposure notifications were also added to the already extensive list. "We're watching this very closely. I mean, we're talking hour by hour," describing the situation as "concerning." Contact tracers have been able to establish links between almost all of the active cases of COVID-19 in the Fredericton region, Zone 3, said Russell.(Government of New Brunswick) But for now, the region will remain at the yellow COVID alert level. One of the reasons, she said, is because contact tracers have been able to establish links between almost all of the cases, and most of the spread has been among close contacts. "We have seen other types of transmission where people were in public spaces as well. However, we have not seen community transmission at this point." In addition, the hospital still has capacity, with available ICU beds, and there are no long-term care homes affected. If the situation worsens over the weekend with evidence of community spread or a spike of cases, the province will not hesitate to tighten restrictions, Russell said. "This can change literally overnight." The 15 new cases of COVID-19 reported Friday put the total active cases at 127.(CBC) The breakdown of the new cases is as follows: Moncton region, Zone 1, one case: A person 40-49. This case is under investigation. Fredericton region, Zone 3, nine cases: A person 19 or under A person 20-29 Four people 30-39 A person 40-49 A person 50-59 A person 70-79 Five cases are contacts of previously confirmed cases, three are travel-related and one is under investigation. Bathurst region, Zone 6, four cases: A person 30-39 A person 40-49 A person 50-59 A person 60-69 All four cases are travel-related. Three of the four cases are isolating out of the province. Miramichi region, Zone 7, one case: A person 20-29 This case is a contact of a previously confirmed case. Six people are hospitalized in New Brunswick, including two in an intensive care unit. One New Brunswicker is hospitalized out of province in an intensive care unit. New Brunswick has had 2,113 confirmed cases of COVID-19 since the pandemic began, with 1,942 recoveries so far, and 43 COVID-related deaths. A total of 321,482 COVID tests have been conducted, including 1,611 on Thursday. As of Friday, 364,386 New Brunswickers have received at least one dose of vaccine. That's 52.6 per cent of the eligible population, aged 12 and over. Count on summer Premier Blaine Higgs told reporters Friday that loosening restrictions and plans to reopen the Atlantic bubble by July 1 will depend on the number of cases in the Fredericton region, Zone 3, remaining stable or dropping over the next few days. "At the current projection of where we are, people should be planning on summer in New Brunswick," he said, committing to release a detailed plan within the next couple of weeks. Details for loosened restrictions are still being finalized, said Health Minister Dorothy Shephard, but she hopes to "tease out the road to green" by as early as next week "so that people can see that they have something to really push for. "Get vaccinated, get us there." Confirmed case at Kids Korral Day Care in Fredericton A positive case of COVID-19 was confirmed at the Kids Korral Day Care in Fredericton on Thursday and the building was closed Friday. Public Health has directed the children, staff, and their families to self-isolate for 72 hours while contract tracing is conducted. Families will be contacted directly with more information over the weekend, Public Health said in a news release. "If you do not hear directly from Public Health, you have not been identified as a close contact," it said. Latest public exposures Public Health has identified potential public exposures to the coronavirus at the following locations and dates in the Fredericton region: Scholten's, 325 Sunset Dr., Fredericton, on May 17 between 4 p.m. and 8 p.m. Atlantic Superstore, 116 Main St., Fredericton, on May 16 between 9 a.m. and 11 a.m. Progressive Credit Union, 395 Connell Rd., Woodstock, on May 13, between 11 a.m. and 1 p.m. A&W, 1018 Prospect St., Fredericton, on May 12, between noon and 2 p.m. University of New Brunswick Fredericton campus, residence administration building, 20 Bailey Dr., Fredericton, on May 11 and May 12, between 8 a.m. and 4 p.m. Sobeys, 463 Brookside Dr., Fredericton, on May 11, between 6 p.m. and 8 p.m. Public Health is offering COVID-19 testing to anyone who has been in a public exposure area, even it they're not experiencing any symptoms. Residents may request a test online or call Tele-Care 811 to book an appointment. People experiencing one or more symptom are also encouraged to get tested. Previous public exposures Fredericton: Tony Pepperoni, 510 Brookside Dr., on May 11, between 5 p.m. and 7 p.m. The Drome, 301 Main St., on May 11, between 8:45 p.m. e 23:00 NB Power, 515 King St., on May 12, between 11 a.m. and 1 p.m. Sobeys Fast Fuel, 530 Brookside Dr., on May 12, between 5 p.m. and 8 p.m. Costco, 25 Wayne Squibb Blvd., on May 12, between 5 p.m. and 8 p.m. and May 13, between 6 p.m. and 8 p.m. Giant Tiger, 1160 Smythe St., on May 13, between 4 p.m. and 8 p.m. Scholten's, 325 Sunset Dr., on May 13, between 8 p.m. and 10 p.m. McMath Law Office, 406 Regent St., on May 14, between 9:30 a.m. and 10:30 a.m. Fredericton Mitsubishi, 327 St. Mary's St., on May 14, between 10:45 a.m. and 4 p.m. Pizza Delight, 243 St. Mary's St., on May 14, between noon and 2 p.m. The Abbey Café, 546 Queen St., on May 14, between noon and 12:30 p.m. Scotiabank, 490 King St., on May 14, between 2 p.m. and 3 p.m. Sobeys, 1180 Prospect St., on May 14, between 4 p.m. and 5 p.m. Cannon's Cross Pub, 15 Riverside Dr., on May 14, between 7:30 p.m. and 9 p.m. Fredericton Boyce Farmers Market, 665 George St., on May 15 between 10 a.m. and noon Moores Clothing, 1150 Prospect St., on May 15, between 11 a.m. and noon. Home Depot, 1450 Regent St., on May 15, between noon and 1 p.m. Montana's, 6 Trinity Ave., on May 2, between 4 p.m. and 8 p.m. Wolastoq Wharf, 527 Union St., on May 9, between noon and 2:30 p.m. McDonald's Restaurant, 1177 Prospect St., on May 14, between 4:30 and 5:30 p.m. Hilton Garden Inn Hotel and the Pickle Jar Restaurant, 620 Queen St., from May 11 to May 16 Harvey: Kubbyhole Craft Shop, 1879 Route 3, on May 7, between 1 p.m. and 9 p.m. Nackawic: Cal's Independent Grocer, 135 Otis Dr., on May 14, between 5:30 p.m. and 6:30 p.m. Waasis: Irving Big Stop Blue Canoe restaurant, 415 Nevers Rd., on May 14, between 10:30 a.m. and noon. Public Health has identified a potential public exposure to the virus at the following location and date in Edmundston: Jean Coutu, 177 Victoria St., on May 15, between noon and 1 p.m. Public Health has identified a positive case in a traveller who may have been infectious while on the following flights: Air Canada Flight 314 – from Vancouver to Montreal, departed at 11:24 p.m. on May 11. Air Canada Flight 8902 – from Montreal to Moncton, departed at 1:06 p.m. on May 12. The province has also listed another flight with a passenger who has tested positive for COVID-19 on May 7. Air Canada Flight 318 – from Calgary to Montreal, departed at 11 a.m. Other exposure notifications Public Health has identified a positive case in a traveller who may have been infectious on May 6 while on the following flights: Air Canada Flight 396 – from Edmonton to Toronto, departed at 6:50 a.m. Air Canada Flight 8898 – from Toronto to Moncton, departed at 8:43 p.m. Public Health has identified a positive case in a traveller who may have been infectious on May 10 while on the following flight. Air Canada Flight 8946 from Toronto to Moncton, departed at 8:47 p.m. Public Health has identified a potential public exposure to the coronavirus at the following locations and dates in the following regions: Moncton region: Pumphouse, 5 Orange Ln., Moncton, on May 4 between 8 and 10 p.m. Staples, 233 Main St., Moncton, on May 5, between noon and 8 p.m. Walmart Supercentre, 477 Paul St., Dieppe, on May 6, between 7 and 10 p.m. Greco Pizza, 311 Acadie Blvd., Dieppe, on May 7, between 11 a.m. and 11 p.m. Greco Pizza, 120 Killam Dr., Moncton, on May 5, between 5 p.m. and 1 a.m., May 3, between 5 p.m. and 1 a.m., and May 2, between 5 p.m. and 1 a.m. Greco Pizza, 311 Acadie Blvd., Dieppe, on May 4, between 4 p.m. e 23:00 Dr. Georges-L.-Dumont University Hospital Centre emergency department, 330 Université Ave., Moncton, on May 7, between 2-9:30 p.m., and May 6, between 2 p.m. and 4 p.m. Saint John region: Foodland, 1 Market Sq., Quispamsis, on May 3, between 4 p.m. and 5 p.m. Circle K, 309 River Valley Dr., Grand Bay-Westfield, between 11:30 p.m. on Friday, May 7, and 1 a.m. on Saturday, May 8. Fredericton region: My Home Consignment, 5 Acorn St., Fredericton — May 8 between 10 a.m. and 4 p.m., May 7 between 10 a.m. and 5 p.m., May 6 between 10 a.m. and 5 p.m., and May 5 between 10 a.m. and 5 p.m. Sobeys, 1180 Prospect St., Fredericton, — May 8 between 4 p.m. and 5:30 p.m. Lunar Rogue, 625 King Ave., Fredericton — April 28 between 5:30 p.m. and 8:30 p.m. Fix Auto, 156 Greenview Dr., Hanwell — May 6 between 7:30 a.m. and 5:30 p.m., April 30 between 7:30 a.m. and 5 p.m., April 29 between 7:30 a.m. and 5:30 p.m., and April 28 between 7:30 a.m. and 5:30 p.m. Lunar Rogue, 625 King St., Fredericton, on April 28, between 5:30 and 8:30 p.m. Fix Auto, 156 Greenview Dr., Hanwell, on May 6, between 7:30 a.m. and 5:30 p.m., April 30, between 7:30 a.m. and 5 p.m., April 29, between 7:30 a.m. and 5:30 p.m. and April 28, between 7:30 a.m. and 5:30 p.m. McDonald's Restaurant, 1177 Prospect St., on May 5, at 12:30 p.m. and 1:30 p.m. McDonald's Restaurant in Walmart, 125 Two Nations Crossing, on May 6, from 1 p.m. to 2 p.m. Brainfix Clinic, 56 Avonlea Crt., on May 6. Adica Massage Clinic, 152 King St., on May 6. Williams Chiropractic, 169 Main St., on May 6. Simms Home Hardware Building Centre, 190 King St., on May 6. Costco Gas Bar, 5 Wayne Squibb Blvd., on May 6. Massage Experts, 169 Dundonald St., on May 6, from 2 p.m. às 16h00 and on May 7, from 10:15 a.m. to 11:30 a.m. Delta Fredericton, 225 Woodstock Rd., on May 6-12. STMR. 36 Restaurant – Delta Fredericton, 225 Woodstock Rd., on May 6-12. Jack's Pizza, 379 King St., on May 7, at 1 p.m. Mitch Clarke Skate Park, 116 Johnston Ave., on May 7, from 2 p.m. às 21h00 Garrison Skatepark, York Street parking lot, on May 7, from 9 p.m. às 23h James Joyce Pub, 659 Queen St., on May 7, from 6 p.m. às 20h00 McDonald's Restaurant, 94 Main St., on May 7, from 5 p.m. às 23h and May 8, from 11:45 a.m. to 1:30 p.m. Princess Auto, 21 Trinity Ave., on May 8, from 8 a.m. to noon. Fredericton Public Library, 12 Carleton St., on May 8, from 10 a.m. to noon. Northside Market, 170 Main St., on May 9, from 10 a.m. to 1 p.m. Irving Oil, 181 King St., on May 9, from 8 p.m. às 22h00 Dollarama, 5 Trinity Dr., on May 9, from noon to 2 p.m. NB Liquor, 18 Trinity Dr., on May 9, from noon to 5 p.m. Home Sense, 18 Trinity Dr., on May 9, from noon to 5 p.m. Tim Hortons drive-thru, Regent Street, on May 10, at 1:30 p.m. Atlantic Superstore, 471 Smythe St, on May 10, from 12:30 p.m. to 1:30 p.m. and May 11, from 10 a.m. to noon. Dr. Everett Chalmers Regional Hospital, 700 Priestman St., on May 10-11. Stan Cassidy Centre for Rehabilitation, 800 Priestman St., on May 10-11. Veterans Health Unit, 680 Priestman St., on May 10-11. Shoppers Drug Mart, 1040 Prospect St., on May 11, from 9 a.m. to 10 a.m. Scott's Nursery, 2192 Route 102, on May 8, from 3 p.m. às 17h00 What to do if you have a symptom People concerned they might have COVID-19 symptoms can take a self-assessment test online. Public Health says symptoms shown by people with COVID-19 have included: Fever above 38 C. New cough or worsening chronic cough. Dor de garganta. Nariz a pingar. Dor de cabeça. New onset of fatigue, muscle pain, diarrhea, loss of sense of taste or smell. Dificuldade ao respirar. In children, symptoms have also included purple markings on the fingers and toes. People with one of those symptoms should: Stay at home. Call Tele-Care 811 or their doctor. Describe symptoms and travel history. Follow instructions.

Exclusive: In tactical shift, Iran grows new, loyal elite from among Iraqi militias

Iran has hand picked hundreds of trusted fighters from among the cadres of its most powerful militia allies in Iraq, forming smaller, elite and fiercely loyal factions in a shift away from relying on large groups with which it once exerted influence. The new covert groups were trained last year in drone warfare, surveillance and online propaganda and answer directly to officers in Iran's Quds Force, the arm of its Revolutionary Guards (IRGC) that controls its allied militia abroad. They have been responsible for a series of increasingly sophisticated attacks against the United States and its allies, according to accounts by Iraqi security officials, militia commanders and Western diplomatic and military sources.

1 person killed in parking lot shooting outside Nanaimo shopping centre

One person is dead and several people have been arrested following a shooting in Nanaimo, B.C., on Thursday afternoon. RCMP Const. Gary Oɻrien said the shooting in the parking lot of the Rock City Centre shopping plaza was reported at around 3:30 p.m. The victim was found dead inside a parked vehicle. Several arrests were made at the Best Western Hotel on Metral Drive in connection with the violence, Oɻrien said. A vehicle connected to one of the arrested people was seized as well, and investigators have searched the hotel for forensic evidence. "This is a dynamic investigation and at this time we cannot confirm if there are others who are not in custody who may be involved in this shooting. As further information becomes known, the public will be advised," Oɻrien said in a statement. Police have yet to say whether the shooting is gang-related.

Macron, in swipe at Turkey, says NATO must commit to values

BRUSSELS (AP) — French President Emmanuel Macron said Friday that NATO leaders must make a clear, unequivocal commitment to the military organization’s values and rules at a summit next month — a thinly veiled swipe at Turkey’s conduct within the alliance. Macron ruffled feathers at NATO just ahead of the last summit in December 2019 when he lamented the “brain death” of the 30-nation alliance, due to a perceived lack of U.S. leadership under former President Donald Trump and unilateral military actions taken by Turkey in Syria without warning its partners. Speaking to reporters in Paris Friday alongside NATO Secretary-General Jens Stoltenberg, Macron said the leaders, including U.S. President Joe Biden, must openly discuss “cohesion” within NATO at their June 14 summit in Brussels. “That means to be clear among ourselves about the values, principles and the rules that underpin our Alliance,” Macron said. “Solidarity among allies is not simply a word that can mean anything at any time. It involves duties, responsibility to each other. It involves each ally committing to respect international law and clear rules of conduct,” he said. Macron said it’s important for countries not to focus “on national interests that are contradictory to the security of other allies, as has been the case in recent years in Syria, the Eastern Mediterranean, Libya, in the Caucasus." He also mentioned the "interoperability of armaments, which is absolutely critical in NATO.” The French president did not mention Turkey by name, but Turkey has been widely criticized for its energy exploration work in contested parts of the Eastern Mediterranean. Last year, Turkish warships also prevented a French frigate policing the U.N. arms embargo on Libya from inspecting a cargo vessel. Turkey’s purchase of Russian-made S-400 missiles, which NATO says would compromise its own defenses, saw the country kicked out of the F-35 stealth fighter program by the United States. Despite this, it is understood in NATO circles that Ankara intends to buy more. Stoltenberg said only that the leaders “will reinforce our unity and solidarity” in future. “This means consulting more in NATO on all issues that affect our security, reaffirming our fundamental values, and strengthening our commitment to collective defense, including with increased investments,” the former Norwegian prime minister said. The Associated Press

Bank of Canada reminds us of more things to worry about

Whether you are a teacher, a student, a medical professional or just coping with the COVID-19 crisis in your daily life, there are frequent reports about how the pandemic is increasing our levels of anxiety. Rather than trying to add to our troubles, the Bank of Canada's latest report on Canada's financial vulnerabilities is intended to help us avoid some major ones. And what the bank's governor, Tiff Macklem, outlined at a news conference on Thursday was not what will certainly go wrong, but what could go wrong if we're not careful. "The biggest domestic vulnerabilities are those linked to imbalances in the housing market and high household indebtedness," Macklem told reporters. "These are not new, but they have intensified." The Bank of Canada governor has plenty to keep him awake at night. The report was not just about housing. Macklem also worries Canadian businesses may have become too used to cheap borrowing in the bond market, something that could end without anything to replace it. He frets that investors have failed to account for what climate change could do to the price of their assets. He is concerned about cybercrime. Also, the rising Canadian dollar and how it could hurt exports. Serious damage, and not just to borrowers But the big worry this time was real estate. The message was clear, if sometimes couched in central-bank-speak. If people don't stop bidding up the price of houses, Canadians are already so loaded with mortgage debt that an unexpected change in the market could do serious damage not just to "overstretched" borrowers with enormous loans, but to the entire economy. That's why the first and biggest risk outlined by the bank in its report was "a large decline in household income and house prices" caused by an external trigger event. It is hard to be sure what form such a trigger event could take. Macklem referred at one point to a "sharp repricing of risk." Such an event might lead to, say, a sudden rise in global interest rates, a stock market crash or a weakening of global trade. Maybe even the collapse of bitcoin. As the Bank of Canada illustrated in the graphic below, once triggered, already high levels of indebtedness could have a circular impact, pushing house prices down, reducing incomes and spreading through the entire economy. This is a financial system review graphic from the Bank of Canada's latest report. It shows what could happen if some kind of triggering economic event were to impact the housing market.(Bank of Canada) Asked if he was responsible for inflated house prices by keeping interest rates too low, Macklem offered a warning: "Interest rates have been very low, and at some point they are going to go back up." While he thinks this week's high inflation rates are temporary, he made it clear that if inflation does not come back down on its own, the bank is still committed to pushing it back to the two per cent range. That could mean even higher rates. Tougher stress tests coming Although it is the Office of the Superintendent of Financial Institutions (OSFI), not the Bank of Canada, that imposes "stress tests" designed to limit the amount people can borrow, the two bodies work closely together. Shortly after Macklem's news conference, OFSI put out a news release of its own confirming that as of June 1, the agency would go ahead with a plan to make it harder to get a loan. Borrowers will have to prove they have the income to pay a minimum of 5.25 per cent interest, even if their lender offers a much lower rate. That is not a plan that will satisfy everyone, including the many young families that Macklem said send him letters each week saying they have been squeezed out of the housing market. But they would likely be even more disappointed if the current frenzy to buy a home led to what the Bank of Canada report refers to as "a correction in prices in the future," potentially leading to the vicious circle described above. The housing market was far from the only concern Bank of Canada governor Tiff Macklem discussed at yesterday's news conference(Don Pittis/CBC) Despite his warnings, Macklem was not entirely gloomy. He pointed to the fact the Canadian economy had proven itself resilient in the face of widespread COVID-19 restrictions and lockdowns. "Vulnerabilities need not lead to serious problems," the central banker told the online gathering of reporters. "Some will work themselves out before bad things happen." But with so much at stake, including the health of the Canadian property market and all the jobs it supports, hoping for the best really isn't enough. "The lesson from history is that if left unchecked, vulnerabilities can lead to calamities," Macklem said. Asked what else he could do besides hiking interest rates to slow down the property market, Macklem did not mention the very thing he did yesterday: he can try to scare the bejesus out of us. Follow Don Pittis on Twitter @don_pittis

Ontario’s COVID-19 reopening is ‘much too slow’ and timing is ‘a bit contradictory,' infectious disease doctor says

Ontario has released its plan for reopening the province and one infectious disease expert is stressing that it is great for the province to finally a plan in place, but the pace may be slower than needed.


The Food Almanac: Thursday, March 28, 2013 - Recipes

It's been some time since my last post, but with Easter around the corner, I thought this would be the perfect moment to dig through the archives and share some of my favorite recipes that would go well with any spring feast. Spring hasn't quite sprung yet here in Chicago (though the upcoming weekend weather forecast has me more optimistic), but here are some recipes to get you in the mood for the season.


Hot Cross Buns are a traditional Easter treat.


Sticky Meyer Lemon Rolls are addictive, and best shared with a group at brunch.

Consider this light and relatively healthy savory spinach bread pudding.

I'm definitely missing California berries. Try using some in these awesome strawberry cheesecake muffins.

Asparagus is just coming into season and this simple asparagus mimosa is a great, fresh way to use them.

This strawberry and lemon curd tart is one of my favorite ways to bridge the gap with winter citrus and spring berries. Even though temperatures are still a bit chilly in Chicago, this reminds me that warmer days are around the corner.

As always, I hope you enjoy the holiday with family and friends that you love.


The Food Almanac: Thursday, March 28, 2013 - Recipes

We love cranberry sauce with poultry, so I wanted to find a similar (but sweeter)recipe to serve with our Easter ham. Traditionally, I make mashed potatoes and gravy, but this year I am opting for potatoes au gratin, so I wanted a little something extra to serve with the ham (this is NOT a ham glaze, it is a condiment).

This recipe definitely was the BEST sauce I tried and it is so quick and easy (made with pantry staples) that I am certain I will be making it throughout the year. It is sweet but not overly sweet and has the consistency of a soft jam.

1/4 xícara de água
1 1/2 cups brown sugar
1 1/2 tablespoons ketchup
1 1/2 colheres de sopa de molho de soja
1 1/2 teaspoons DRY mustard powder
8 ounce can crushed pineapple with juice

Mix well and bring to a boil turn heat down to a simmer and cook gently for 20 minutes (start timer AFTER it comes to a simmer). This sauce will thicken a little more as it cools.

If you don't have 20 minutes for this to cook, just simmer gently for 10 minutes then thicken with a little cornstarch and water slurry. You will get the same consistency but I think it tastes better if you do the 20 minute simmer.


Assista o vídeo: Reconquista de 28 de março de 2013 (Agosto 2022).